Daniel 8 2300 tardes e manhãs 1150 dias

Vamos estudar o capitulo 8 (oito) do livro de Daniel onde vemos a visão das duas mil e trezentas tardes e manhãs, ou seja, 2300 sacrifícios contínuos que foram tirados

Na visão, o profeta Daniel viu um Carneiro e um Bode.

 O Carneiro tinha dois chifres, sendo um maior que o outro, o qual seria atacado pelo Bode que também tinha um chifre notável entre os olhos.

Na visão Daniel viu que esse Bode derrotou o carneiro, quebrando-lhes os dois chifres. “E vi-o chegar perto do carneiro, enfurecido contra ele, e ferindo-o quebrou-lhe os dois chifres, pois não havia força no carneiro para lhe resistir, e o bode o lançou por terra, e o pisou aos pés; não houve quem pudesse livrar o carneiro da sua mão”. (Dn 8:7) 

 E logo após derrotar o carneiro, engrandeceu grandemente, mas no momento mais elevado de sua força quebrou lhe o chifre e em seu lugar saíram quatro chifres. “E o bode se engrandeceu sobremaneira; mas, estando na sua maior força, aquele grande chifre foi quebrado; e no seu lugar subiram outros quatro também insignes, para os quatro ventos do céu”. (Dn 8:8) 

De um dos 4 chifres, surgiu um pequeno, o qual se tornou muito forte e foi em direção ao sul rumo a terra gloriosa. “E de um deles saiu um chifre muito pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa”. (Dn 8:9)

 Este chifre pequeno engrandeceu contra os exércitos dos céus e tirou o sacrifício diário e deitou o santuário de Deus abaixo. “10 E se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou.

11  E se engrandeceu até contra o príncipe do exército; e por ele foi tirado o sacrifício contínuo, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra.

12  E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; e lançou a verdade por terra, e o fez, e prosperou”. (Dn 8:10-12) 

Depois ouvi um santo que falava; e disse outro santo àquele que falava: Até quando durará a visão do sacrifício contínuo, e da transgressão assoladora, para que sejam entregues o santuário e o exército, a fim de serem pisados? E ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado. (Dn 8:13,14) 

DANIEL PROCUROU ENTENDER O SIGNIFICADO DESTA VISÃO

“E aconteceu que, havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei o significado, e eis que se apresentou diante de mim como que uma semelhança de homem. E ouvi uma voz de homem entre as margens do Ulai, a qual gritou, e disse: Gabriel, dá a entender a este a visão. E veio perto de onde eu estava; e, vindo ele, me amedrontei, e caí sobre o meu rosto; mas ele me disse: Entende, filho do homem, porque esta visão acontecerá no fim do tempo. E, estando ele falando comigo, caí adormecido com o rosto em terra; ele, porém, me tocou, e me fez estar em pé. E disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao tempo determinado do fim”. (Dn 8:15-19)

O ANJO GABRIEL EXPLICA A VISÃO

“Aquele carneiro que viste com dois chifres são os reis da Média e da Pérsia”20, (Ciro e Dario; que reinou entre os anos 539-331) 

“Mas o bode peludo é o rei da Grécia; e o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei”; 21 (Alexandre o grande)Ao ter sido quebrado, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão da mesma nação, mas não com a força dele”.22  (Ptolomeu Seleuco, Lisimaco e Casandro, governaram  entre os anos 331- 168 a.C ) E o grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei;

Mas, no fim do seu reinado, quando acabarem os prevaricadores, se levantará um rei, feroz e semblante, será entendido em adivinhações e se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo. E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado. E a visão da tarde e da manhã que foi falada, é verdadeira. Tu, porém, cerra a visão, porque se refere a dias muito distantes.  E eu, Daniel, enfraqueci, e estive enfermo alguns dias; então levantei-me e tratei do negócio do rei. E espantei-me acerca da visão, e não havia quem a entendesse.”(Dn 8:20-27) 

O chifre pequeno,  surgiu de um dos quatros chifres do, Seleuco; os seleucos cresceram rumo ao sul,  de sua dinastia surgiu o Antioco IV Epifanes, que segundo as profecias bíblica, a histórias dos Maabeus I e a História da Grécia, confirma sem duvida alguma ser realmente ele a ponta pequena, por suas atrocidades  cometidas contra o povo de  Deus, o antigo Israel. Segundo Macabeus I Ântico entrou em um dia de Sábado em Jerusalém atacando o povo, proibindo de guardarem as leis de Deus e obrigou os a comerem carnes imunda (como de porco) 

Proibiu e tirou o sacrifício continuo e em lugar sacrificou animais imundos.

Tudo isso aconteceu dentro do império grego

De acordo com este estudo é impossível que esta ponta pequena Antíloco IV Epifanes que sai do Bode representado como o rei da Grécia e do  erceiro animal  do capitulo 7 de Daniel leopardo alado de 4 cabeças, seja confundido com a ponta pequena que sai do quarto animal que representa Roma o animal terrível e espantoso de 10 chifres.

www.igrejadedeus.org