Nesse estudo mostraremos que a Lei de Deus, que identifica o pecado, sempre existiu e vigorou; desde o Éden. Se não houvesse a Lei, não teria havido nem jamais existiria o pecado, pois pecado “é a transgressão da Lei.” (I Jo 3:4)

Conforme já temos estudado, os inimigos da Lei de Deus concordam e aplicam os nove mandamentos do Decálogo e certamente o defenderiam não fosse o quarto, que ordena o repouso e a santificação do dia de j Sábado. Prova disto é a pedra no f sapato, da qual não podem se livrar, pois dela tanto dependem: o dízimo! Sabemos que eles sofrem quando lhes perguntamos: Se vocês são contra o Sábado, porque é da lei c do A.T., por que pregam o dízimo? Numa tentativa de derribar o Sábado e todos os Dez Mandamentos, alegam que a Lei de Deus foi dada por Moisés. Que antes não existia! Seria isto verdade? Você já sabe que, se assim o fosse, desde Adão ate Moisés, não teria havido o pecado na terra. Será possível que alguém admita tal coisa? Vamos analisar o assunto à luz das Escrituras.

QUESTNÁRIO

  1. Que é mais do que suficiente para provarmos a Lei antes de Moisés?
    Basta provarmos que alguém pecou ou que houve sacrifícios e holocaustos, antes de Moisés receber o Decálogo.
    Adão pecou… Rm 5:12
    Caim praticou homicídio….Gn 4:10, 11; I Jo 3:12
    Terra cheia de violência… Gn 6: 11,13
    Pecadores de Sodoma… Gn 13:13
    Vida dissoluta dos sodomitas II Pe 2:7,8
    José é tentado… Gn 39:9
    Idolatria dos Amorreus… Gn l5:16
    I Rs 21:26
    Os Cananeus… Lv 20:1-5,22,23
    Se estes textos falam de pecados como idolatria, adultério e homicídio, antes do Decálogo ser solenemente promulgado no Sinai, é porque havia um padrão, uma norma ou lei que media o caráter dos homens da época. A Lei existia e vigorava!
    Ofertas de sacrifícios: (Gn 4:4; 8:20; 22:13; 31:54; 46:l; Êx 5:3; 8:8,25-29; 10:26) Se haviam sacrifícios é porque havia. Pecado e, consequentemente, havia Lei.
  2. Em que consistiu o pecado de Adão?
    Adão pecou porque transgrediu um mandamento que Deus lhe deu (Gn 2:17). Se Deus não tivesse lhe dado uma ordem e ele tivesse comido inocentemente daquela árvore, ele não teria pecado e Deus não poderia puni-lo (Rm 4:12). Isto prova que primeiro vem a Lei e depois se manifesta, pela Lei, o pecado.
  3. Sobre a Lei de Deus, que testemunho temos antes do Sinai?
    (Gn 26:5; Êx 16:28; 18:16) Abraão guardou as leis de Deus. A fé dos israelitas foi provada por um dos mandamentos, quando Deus enviou o maná, e Moisés, mesmo antes de receber as duas tábuas da Lei já declaravam aos israelitas os santos mandamentos. A Lei existia antes do Sinai!
  4. Como podemos entender o fato do Decálogo vir em tábua de pedra e as demais leis num rolo ou num livro?
    Alguma coisa gravada em pedra nos dá a entender que deveria permanecer durar mais. (Dt 4:13)
    A Lei de Deus, posteriormente na Nova Aliança, foi escrita no coração dos servos de Deus (Hb 8:10). Jesus disse que não veio destruir a Lei, mas cumpri-la, e que dela não se omitirá um til ou jota, sem que tudo seja cumprido. (Mt 5:17,18)
  5. Que acontece se alguém guardar somente nove mandamentos?
    (Tg 2:8-11) A transgressão de um deles é suficiente para fazer da pessoa um transgressor.
  6. Era Jesus observador dos mandamentos de Deus? Ele os recomendava?
    (Mt 19:17-19; Jo 15:10; 14:21) Jesus nunca pecou. Se tivesse desobedecido a Lei de Deus, Ele seria um pecador.
    O cumprimento da lei de Deus é uma prova de nosso amor por Ele.
  7. Não seriam pesados demais os mandamentos? Alguém teria conseguido observá-los?
    Dizer que os mandamentos são pesados e impossíveis de serem cumpridos, é acusar a Deus de incompetente e injusto (I Jo 3:4; 5:2,3). Como poderia Ele exigir de nós o impossível? Reconhecendo as dificuldades, todavia, sempre houve homens justos e agora, em Cristo, e por sua graça, é sim possível cumprir Seus mandamentos (Rm. 8:3,4)
  8. Guardando os dois ensinados por Jesus não é o suficiente?
    (Mt 22:37-40; Rm 13:10) Se realmente alguém estiver guardando os dois, é claro que está cumprindo tudo. Mas, veja bem:
    Quem ama a Deus de todo o coração:
    1) Não tem outros deuses
    2) Não faz ou adora ídolos
    3) Não toma seu nome em vão
    4) Santifica Seu dia de repouso
    Quem ama o próximo como a si mesmo:
    1) Honra a pai e mãe
    2) Não mata seu próximo
    3) Não pratica adultério
    4) Não furta
    5) Não mente ou dá falso testemunho
    6) Não cobiça os pertences dos outros. A que conclusão chegamos? Só guardam os dois, quem guarda os dez!
    “Se guardardes os Meus mandamentos, permanecereis no Meu amor, do mesmo modo que Eu tenho guardado os mandamentos de Meu Pai, e permaneço no Seu amor” (João 15:10)